Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 54, nota 30 :
Que ninguém confunda, levado pela coincidência vocabular, o indeterminismo epicúreo com o de Planck e Heisenberg. Este se opõe -- logicamente, ou dialeticamente, ou complementarmente, como queiram -- a um princípio real e concreto, que é o determinismo mecanicista, e não a um “vazio” que tornaria o indeterminismo perfeitamente redundante [...] um dos mais belos livros do século.