Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 174 :
"a morte de índios pelo espanhóis foi chamada de 'atrocidade', ou 'extermínio brutal'; mas quando os ingleses exterminaram milhares de irlandeses em seus próprios pântanos ou os assassinaram após a sua rendição, isso foi chamado de o 'o problema irlandês'."
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 211 :
Em algumas áreas é a fonte de informação mais acessível, embora boa parte dessa obra precise ser atualizada. Com sua formação médica, tratou de temas como o uso de anestesia e o tratamento hospitalar, tópicos difíceis de serem encontrados em outras fontes.
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 210 :
É de grandes erudição e dá uma imagem compreensiva da fé católica na Inglaterra pré-Reforma e do seu impacto nas vidas e nos costumes das pessoas comuns.
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 210, 161 :
Uma ótima fonte de detalhes sobre a Reforma na Europa; "Se o clero secular de Londres tivesse desistido do seu dízimo e vivido da caridade, muitas atividade valiosas, incluindo a educação e assistência aos pobres, seriam prejudicadas."
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 209 :
É uma análise detalhada de todas as facetas do caso Galileu, feita por um ex-dominicano;
Thomas Woods, Como a Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental, Quadrante, 5ª edição, página 64, nota 2 :
O Papa Clemente VII convidou o humanista e advogado Johann Albert Widmanstadt a dar uma conferência pública no Vaticano sobre o tema do helicentrismo, ficando muito bem impressionado com o que ouviu;
Título: A filha de Galileu
Autor:
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 209 :
É um belo retrato do relacionamento entre um pai difícil e uma filha (freira) a quem ele era muito ligado, uma história bem interessante.
Diane Moczar, Sete mentiras sobre a Igreja Católica, Castela, 1ª edição, página 138 :
"Obviamente, os discípulos da filosofia newtoniana não deixariam de cultuá-la. Eles apenas deram uma nova forma e nome ao objeto de culto. Ao desnaturar Deus, deificaram a natureza.". Dá uma compreensão clara da devoção iluminista da natureza e da ciência, e do desenvolvimento da mentalidade moderna.