Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 84, nota 52 :
Ao examinar prisioneiros de campos de concentração chineses libertados após a Guerra da Coréia. Eles tinham sofrido lavagem cerebral “clássica” e muitos estavam completamente neuróticos. Sargant descobriu que podia produzir ab-reação simplesmente sugerindo ao paciente, durante hipnose, um evento traumático qualquer, mesmo remotamente análogo ao que se havia pas- sado; uma vez desperto, o paciente se recordava dos terríveis sofrimentos sugeridos e, tomando-os como reais, tinha sua catarse e saia curado.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 86, nota 55 :
Demonstrou que é possível produzir artificialmente um quadro paranóico em sujeitos normais, simplesmente submetendo-os a um fluxo de informações que os deixem num leve estado de alerta contra o risco de situações humilhantes.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 68, nota 39 :
É impossível imaginar o que teria sido da propaganda comunista sem os reflexos condicionados e sem a lavagem cerebral inventada pelos chineses.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 68, nota 39 :
É impossível imaginar o que teria sido da propaganda comunista sem os reflexos condicionados e sem a lavagem cerebral inventada pelos chineses.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 68, nota 41 :
O uso maciço da guerra psicológica no desenrolar dos dois conflitos mundiais e dezenas de conflitos locais e revoluções.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 68, nota 42 :
O controle do imaginário e a “modificação de comportamento” utilizados pelos governos ocidentais e grandes empreendimentos capitalistas.
Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 84, nota 52 :
Ao examinar prisioneiros de campos de concentração chineses libertados após a Guerra da Coréia. Eles tinham sofrido lavagem cerebral “clássica” e muitos estavam completamente neuróticos. Sargant descobriu que podia produzir ab-reação simplesmente sugerindo ao paciente, durante hipnose, um evento traumático qualquer, mesmo remotamente análogo ao que se havia pas- sado; uma vez desperto, o paciente se recordava dos terríveis sofrimentos sugeridos e, tomando-os como reais, tinha sua catarse e saia curado.
Olavo de Carvalho, COF 248 - 00:41:30 :
Mostra que muitas das nossas memórias são totalmente inventadas; muitas das nossas certezas de que conhecemos aquilo que conhecemos é, na verdade, incerta na maior parte dos casos; em suma, a burrice e a estupidez sempre acompanham o ser humano.
Olavo de Carvalho, COF 246 - 00:11:30 :
Livro que enterrou o behaviorismo de uma vez por todas.