Olavo de Carvalho, O Jardim das Aflições, É Realizações, 2ª edição, página 110, nota 73 :
Que Marx tivesse, pessoalmente, um tremendo senso do teatro, do fingimento, da prestidigitaçãoo, é coisa que os biógrafos já estabeleceram com certeza suficiente.
Compre em:     Amazon    |